Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Diário de Férias.


Oi todo mundo, vocês tão bem? Eu estou. Acabei de voltar da minha viagem de férias, foram exatamente um mês viajando, amei! Cheguei de manhã estranhando um pouco tudo, até porque foram 30 dias fora de casa. Bom, para lhe dar uma idéia de como as minhas férias foram, eu fiz um texto, quando ainda estava lá, viajando. E espero que gostem.







  
Hoje já é sexta-feira? aqui eu perco a noção dos dias e das horas. O tempo passa rápido e lento simultaneamente, às vezes quero voltar para casa começar a praticar a minha rotina velha e chata, mas às vezes eu quero ficar. Eu quero fazer coisas novas ou continuar fazendo as que eu faço todos os dias das minhas férias. 
Acordar em torno de 11horas (Estou imaginando minha avó passando pelo meu quarto falando: Menina levanta! Venha comer algo) Ligar a televisão para assistir As Visões da Raven. Sempre com seus episódios repetitivos, em seguida ficar super chateada porque está passando dois programas legais em diferentes canais, almoço a comida que a vovó faz e sempre perguntar: -O suco é de que hoje? É a lei!
Depois de ficar andando pra trás e pra frente à procura de algo para fazer, não encontrar nada e resolver dormir um pouco, tirar uma soneca. Acordo no momento em que o sol está tranquilo, as nuvens estão bem próximas umas das outras e a areia do mar está pedindo para os meus pés andarem em cima de si. Eu coloco meu biquíni-velho-azul, simples, na verdade foi da minha irmã, mas ela nunca usava, eu decidi tomar emprestado. (Devo lembrar-se de dizer a ela sobre isso) Depois de vestir o biquíni, sobre ele ponho uma camisa e um short, calço as minhas sandálias pego meus óculos e vou ...
Sempre que eu passo num mercado vejo um menino é engraçado porque cada vez que eu passo por lá ele está na frente do mercado (Tá. Eu sei que seu pai é o dono e ele trabalha lá, mas não era pra ele ficar dentro?) Eu nunca olho em seus olhos, mas eu vejo pelo canto do meu olho que ele está me seguindo com o olhar. A única vez que falei com ele foi quando eu fui ao mercado onde ele trabalha, havia acabado de voltar da praia e não tinha xampu na casa da vovó, eu entrei e ele veio atrás de mim, eu fingia escolher, mas eu não entendia nada do que tava escrito, o shampoo que eu queria comprar era um: sem sal e para cabelos lisos. Acabei comprando um com sal, para cabelos cacheados e que deixa o seu cabelo quimicamente tratados.
Quando eu fui para o caixa ele já estava lá e foi então que ele falou comigo ele disse: -Aqui está uma bagunça, né? Na verdade, eu não disse nada, apenas dei um meio sorriso. Essa foi a única vez que conversamos, se isso for considerado como uma conversa.
Depois de passar por esse menino que não sei o nome, eu chego na praia, encontro um lugar que não tem ninguém, sento em uma jangada que está ancorada na areia, e olho tudo. Tudo mesmo.
Os pássaros que voam sobre o mar, aquela mãe olhando seus filhos brincando de construir algo que eles chamam de castelo, que parece mais com ... É melhor deixar pra lá. Vejo um grupo de meninos jogando futebol, e eu vejo meu avô caminhando no calçadão, com uma bermuda e seu cinto favorito, com uma camisa e seu boné, com seus óculos escuros e sua havaianas gastas, olhando para a frente tão focado que nem sequer me ver ao lado. Ele, com o rosto de velho rabugento e ranzinza que discute com a minha avó e depois de cinco minutos volta atrás no que disse, aquele que está sempre chamando meu primo de preguiçoso, besta, idiota e depois da a chave da sua moto para o Eloi ir ali. Vovô que me chama de Line
e minha amiga Franciny de Franciline, aquele não gosta de ser corrigido nem que falem que ele fez alguma coisa de errado. Ele que não é de mostrar os seus sentimentos, mas que pensa primeiro em seus filhos e netos para depois pensar em si mesmo. Ele é o meu pai-avô mais pai do que avô.
Quando o vovô está muito além do que os meus olhos podem ver, olho para o meu celular e penso: -Droga de sinal que não pega!!
Aqui o meu telefone só serve para mostrar mesmo as horas, então ele mostra que já são 17horas. Eu decido ir. Chego em casa, ligo a TV, vou ao banheiro para tomar meu banho, o segundo do dia. (as vezes tomo até quatro banhos, o calor mandou um oi) Eu vou naquele banheiro um pouco estranho e estreito. Saio do banho com uma toalha em volta do meu corpo e outra enrolada no meu cabelo molhado, vou onde estão as minhas roupas, em uma cômoda pra ser mais detalhista, procuro meu pijama rosa de cachorrinhos (acho que são cães ) 
Depois do jantar volto para TV fico assistindo até aproximadamente 23horas, que é quando meu primo vem da rua (isto é, quando ele decide ir para casa mais cedo) Ele coloca sua moto pra dentro, come alguma coisa e se senta no sofá e assisti o filme que eu estou vendo, um filme de ação ou comédia.
Chega em uma parte que um personagem diz algo como: -Ei cara eu estava se masturbando. Ou aquelas cenas que aparece as mulheres semi-nua. (E olhe que a classificação do filme é apenas para maiores de 14 anos) Meu primo ver aquela cena, ele olha para mim começamos a rir. Quando o filme acaba, espero ele escovar os dentes ou seja após 20 minutos, eu escovo os meus, e depois vou dormir para fazer tudo de novo amanhã, mas sempre tem algo diferente.
Não sei como, mas tudo isso é maravilhoso pra mim. Eu não tenho internet ou celular (só às vezes) Nada de cinema, nenhum amigo, mas essa é a única coisa que faz falta ... Amigos.
Eu gosto daqui e eu não me arrependo de passar minhas férias neste lugar que parece que foi esquecido pelas pessoas. Só lamento uma coisa que eu fiz aqui: Ter visto o filme O Exorcismo de Emily Rose.
O pior foi que eu vi sozinha, até agora eu me lembro dos demônios que estavam dentro dela e para piorar a situação, o filme é baseado em fatos reais (que bad) Eu sei que isso é uma besteira, porque eu tenho fé em Deus.
Bem, como tudo se torna rotina na minha férias não poderia ser diferente, mas nem todas rotinas são ruins. Sempre tem aquela coisa que você faz todos os dias que se deixar de fazer vai sentir falta.
 
Comentários
12 Comentários

12 comentários:

  1. Amei o texto linda! Parabéns pelo blog! Realmente, sempre tem algo que chamemos de insignificante, mas quando não podemos mais o fazer, sempre sentimos falta, por isso é que devemos dar valor a cada momento e viver ele intensamente, pois ele nunca mais irá voltar.

    ResponderExcluir
  2. nossa! adorei o texto, vale muito apena ler. Parabéns, e eu tb concordo que nem todas as rotinas são ruins. Parabéns de novo

    ResponderExcluir
  3. ola adorei teu blog e adorei o texto olha esta de parabens.
    eu estou seguindo e se quiser visitar ou seguir

    blognew-girl.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi linda, tudo bom? Conheci seu blog atravez do site da capricho e adorei! estou seguindo aqui...
    Poderia seguir o meu tambem para me ajudar?
    adoraria ter vc como minha leitora!!!
    Passa lá:http://dreams-togethers.blogspot.com.br/
    Beijos e te espero lá! <3

    ResponderExcluir
  5. Ops perdão! o endereço saiu errado....
    Aqui esta - http://dreams-togethers.blogspot.com.br/

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  6. quer divulgar o seu blog, mas de uma maneira fácil e de graça???
    então entra ai:
    http://maluquicedegarota.blogspot.com.br/p/photo-by-girl.html
    beijosss

    ResponderExcluir
  7. Amei o blog :)) Segue?? Sigo de volta http://lovesweetcherry.blogspot.com.br/ Beijo :*

    ResponderExcluir
  8. Também passei um pouquinho das ferias em lugar assim ,quase esquecido pelas pessoas.
    A diferença é que estava com alguns amigos, mas gosto dessa rotina meio parada, meio que ensaiada de descanço.

    http://heythaii.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. www.strongeracts.wordpress.com

    ResponderExcluir
  10. Que texto lindo,como sempre estou aqui apreciando eles, você escreve muito bem!

    ResponderExcluir
  11. muito bom seu texto, você escreve muito Bem! Adorei!!!

    ResponderExcluir
  12. Amei o texto, uma das partes que mais gostei foi essa “Quando o vovô está muito além do que os meus olhos podem ver” e "mas nem todas rotinas são ruins. Sempre tem aquela coisa que você faz todos os dias que se deixar de fazer vai sentir falta." é uma grande verdade. Parabéns Everline muito sucesso :d

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante, então deixe sua opinião que será muito bem-vinda aqui.
Obrigado por comentar.

Seguidores

Translate

Me leve com você!

Diário de Mim

Diário de Mim Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados